XVIII Encontro da Adolescência

O Congresso da Adolescência atingiu a maturidade: 18 anos de encontros e reflexões

Aconteceu nos dias 18 e 19 de Novembro o décimo oitavo Encontro da Adolescência, organizado pelo Núcleo de Estudos do Suicídio.

Sem direito a bolo de aniversário mas com direito a uma retrospectiva destes 18 anos, o Congresso voltou a ser palco para a partilha de saberes de áreas diferentes mas com um ponto, importante, em comum: A Adolescência.

Tendo um programa diversificado, que procura sempre corresponder aos interesses de Professores, Médicos e Alunos destas áreas de saber, o encontro teve uma boa adesão e participação destes publicos-alvo.

Nas palavras de Daniel Sampaio, Professor, Psiquiatra e Fundador do NES, e que há muito se interessa pela Adolescência e pelos Adolescentes:

“Do XVIII Encontro da Adolescência começo por destacar os 18 anos e a maturidade que tal deve implicar. Persistência e autonomia crítica que permitiram, durante 18 anos ininterruptos, levar a cabo estes Encontros.

No Encontro de 2010, destaco a síntese que considero feliz entre o saber psiquiátrico (expresso sobretudo na conferência da Prof. Luísa Figueira) e aspectos de intervenção terapêutica (instituições, novas unidades).

Ressaltou, como paradigma geral da intervenção, a flexibilidade e a criatividade que o trabalho com jovens sempre exige.

Saliento ainda as oficinas de formação sobre Álcool e Novas Drogas, questões muito actuais para quem se interessa sobre o mundo juvenil.”

Ficou também a indicação de que “Para o ano, precisamos de rever um pouco o formato do Encontro, que me pareceu um pouco tradicional.”

É talvez o sinal da entrada na idade adulta. Resta esperar pelo XIX Encontro da Adolescência em 2011.