O que é o suicídio?

Segundo Durkheim, sociólogo francês que em 1897 publicou um importante livro sobre este tema, o suicídio pode definir-se como todo o caso de morte que resulta directa ou indirectamente de um acto positivo ou negativo praticado pela própria vítima, acto que a vítima sabe produzir esse resultado.

No mesmo sentido, Halbwachs (1930) escreveu que “o que distingue um suicídio externamente de qualquer tipo de morte é ser realizado com instrumento ou meios que nos levam a assumir que o sujeito pretende morrer”.

Em Portugal, Vaz Serra (1971) utiliza uma definição pragmática: “auto-destruição por um acto deliberadamente realizado para concretizar este fim”